Sucessor do Prisma, Chevrolet Onix Sedan será equipado com motor 1.0 turbo de 125 cv, mas porta-malas será menor.

text

Depois de ser introduzido ao público pela primeira vez durante o Salão de Xangai, na China, o Chevrolet Onix Sedan começa a ter novas informações divulgadas por aí. Incluindo os preços para o mercado chinês e o inédito motor que também estará na versão brasileira.

A principal novidade é a confirmação da potência do inédito motor que irá equipar o modelo. O três cilindros de 1 litro, turbo, terá 125 cv e 18,3 mkgf. Por lá, ele será associado a um câmbio automático de seis marchas.

A potência e o torque podem variar um pouco na versão nacional, já que ela deve adotar a tecnologia flexível ao motor turboalimentado. Esse conjunto oferece uma média de 20,4 km/l no ciclo europeu (4,9l/100 km). É importante lembrar que esse valor é com gasolina pura, diferentemente da nossa, que tem cerca de 27% de etanol adicionado.

Vale dizer também que o porta-malas da nova geração será menor que a atual. O Prisma que está à venda hoje tem 500 litros de capacidade de carga, enquanto o novo Onix Sedã oferece 469 litros.

Preços e equipamentos

Na China, o novo sedã global da GM terá preços entre 96.900 e 99.900 yuan chineses na versão “esportiva” Redline, a única a ser lançada por enquanto. Esses valores equivalem a cerca de R$ 57 mil e R$ 58,5 mil, respectivamente.

Entre os itens de série para a versão chinesa estão o sistema MyLink de última geração, volante de couro, bancos esportivos, sistema de purificação no ar-condicionado e tela de 3,5 polegadas no painel de instrumentos.

Há ainda controles de estabilidade e tração, ABS, distribuição eletrônica de frenagem e auxílio de partida em rampa (Hill start). Como opcionais, o Onix Sedan terá câmera de ré, sensor de obstáculos na traseira, sensor de pressão e sistema ISOFIX de fixação de cadeirinhas (na China não é obrigatório).

text

text

text

text

text

text

Fonte: Jornal do Carro